Tuesday, July 10, 2018

uma luz brilhou no céu

Uma luz brilhou no céu e não era o sol. Uma luz brilhou no céu e não era estrela. Uma luz brilhou no céu e não era a lua. Uma luz brilhou no céu, mas não era balão de São João, foguete de festa junina ou farol de aviso. Uma luz brilhou no céu e não era vaga-lume, não era avião, disco voador nem espaço nave. Eles estavam pela primeira vez a sós, tímidos, apaixonados um pelo outro, com receio de que o amor de um pelo outro não fosse correspondido. Quando suas mãos finalmente se tocaram, uma luz brilhou no céu e se beijaram.

Friday, June 29, 2018

beleza

A beleza é um sopro. É o calor que traz equilíbrio ao mundo. É o luar correndo de mãos dadas com o pôr do sol. É a cachoeira se lançando no abismo para nutrir a terra. É o pássaro azul cantando na colina. É chuva, o arco-íris, uma voz de silêncios. A beleza é a moça simples do interior que se descobre, de repente, no espelho. Ela acaricia o próprio rosto, sorri e se aceita na plenitude do momento. A beleza jamais foi, não é e nunca será o que alguém pensa de você: ela é o oposto, ela é o que você pensa de você. A beleza não está nos olhos que observam, a beleza está no olhar que aceita. Você, beleza, você. Você é a beleza no mundo.

Monday, June 11, 2018

acreditar


Sorrir sem sorrir. Dizer palavras animadas, enquanto o coração pulsa apertado. Viver em dois mundos: por fora firme divertido, por dentro amargo desequilibrado. De noite, quando a cabeça encontra o travesseiro, a verdade vem à tona. Primeiro algumas lágrimas, depois a esperança. Há esperança. Sempre há. Sorri sorrindo. Acreditar.

Thursday, June 07, 2018

chove cá dentro


Chove lá fora e cá dentro também. Dentro de mim. Ouço os trovões e sinto relampear. É uma tempestade daquelas. Amigos e parentes não fazem ideia do vendaval que sacode minha alma. Nem queiram fazer: meu veleiro está além de seus horizontes, em águas que devoram tudo o que é comum. Meu peito grita. Lá fora já não chove mais, cá dentro sim.