Saturday, December 27, 2008

Photoshop na Playboy

Vale apena comparar uma edição da revista Playboy de 1985 com uma de 2008. As mulheres, em 1985, eram reais. Tinham pequenos defeitos, barriguinha e rugas. Hoje, são perfeitas, vítimas do Photoshop. Chega a ser patético. Acredito que a Playboy deverá repensar urgentemente a sua postura perante o uso indiscriminado da manipulação digital das imagens. Do ponto de vista ético, o consumidor está sendo enganado. O leitor quer ver a Claudia Ohana nua, não uma versão digital da Claudia Ohana. Em breve, a Playboy fotografará somente a cabeça das mulheres, e usará protótipos de corpos criados eletronicamente a partir de dublês. Depois, é só colocar a cabeça no corpo perfeito, e pronto. A mulher não vai mais precisar tirar a roupa para pousar nua.

2 comments:

wilton said...

Olá, Richter. Trabalhei na Editora Abril e posso falar do que ouvi de um profissional que trabalhava exatamente no tratamento das fotos da Playboy. Acredite ou não, eles têm um banco de partes do corpo (mamilos, por exemplo) que são encaixadas de acordo com a conveniência. Realmente, perde toda a graça ver fotos tão manipuladas que você não tem mais a impressão de ver a mulher fotografada.

Felix Richter said...

obrigado pela informação. abraços